• Conheça

    Saiba mais sobre o Instituto de Defensores de Direitos Humanos

    Quem somos

    O Instituto de Defensores de Direitos Humanos – DDH é uma associação civil sem fins lucrativos fundada em dezembro de 2007, cuja missão institucional é o desenvolvimento de programas de promoção e defesa dos direitos humanos, econômicos, sociais e culturais, sobretudo por meio da assessoria jurídica gratuita em casos paradigmáticos de violência institucional e privação de liberdade, bem como do desenvolvimento de atividades de formação e capacitação em direitos humanos.

    Nosso trabalho

    Atuando no âmbito da segurança pública e sistema prisional, o DDH litiga ações de responsabilidade civil do Estado em diversas situações de abusos no exercício da atividade policial, como torturas, execuções sumárias e chacinas.

  • Nossos projetos

    Conheça mais sobre nosso trabalho

    1

    Combate às violações de Direitos Humanos decorrentes dos abusos no regime de prisão provisória no âmbito do sistema de justiça criminal brasileiro

    (2014-2016) Leia o relatório final do projeto em parceria com o Fundo Brasil de Direitos Humanos e a OAK Foundation.

    2

    Contra a criminalização dos manifestantes durante a Copa do Mundo

    (2014) Leia a denúncia, feita em parceria com a Justiça Global, sobre a criminalização dos manifestantes brasileiros durante a Copa do Mundo da FIFA e solicitação de utilização do procedimento previsto no artigo 41 da Convenção Americana de Direitos Humanos.

    3

    Contra a criminalização das manifestações em junho de 2013

    (2013) Leia a denúncia, feita em parceria com a Justiça Global, sobre a aplicação da Lei de Organizações Criminosas, da Lei de Segurança Nacional e da Lei das Máscaras na criminalização das manifestações populares no Brasil.

    4

    Paz sem voz é Medo

    (2012) Leia o relatório final do projeto sobre a criminalização da pobreza em comunidades com implementação de UPPs

    5

    Cartilha do Santa Marta de Abordagem Policial

    (2006) Realizada com os moradores e organizações de defesa dos Direitos Humanos. Leia a cartilha.

  • Nossa atuação no sistema prisional

    O DDH também atua na perspectiva de monitoramento do sistema prisional do Estado do Rio de Janeiro. Em 2010, iniciamos o projeto “Redução da População Carcerária do Rio de Janeiro” com apoio da Open Society Institute, com o objetivo de desenvolver assistência jurídica gratuita para presos provisórios acusados de cometer o crime de furto de bagatela, bem como medidas judiciais que contestem as violações de direitos no sistema prisional. O referido convênio foi renovado no ano de 2011 e teve o seu objeto ampliado, agora englobando tráfico de drogas e roubo. Sendo assim, abrange a tríade típica responsável por mais de 70% dos casos de encarceramento ocorridos no Rio de Janeiro.

    Rede de Justiça Criminal

    Pela sua atuação no campo do sistema prisional, o DDH faz parte da campanha global sobre justiça prévia que visa diminuir a população de presos provisórios mundial. Além disso, também participamos da Rede de Justiça Criminal, que é formada por uma série de organizações da sociedade civil que lutam pela diminuição da população carcerária e diminuição do sistema punitivo estatal.

    Comitê Estadual para Prevenção e Combate à Tortura RJ

    O DDH integra o Comitê, criado em 2010 pela Lei Estadual nº 5778. O Comitê tem como principal objetivo pensar e formular políticas públicas a partir das ações do Mecanismo Estadual de Combate e Prevenção à Tortura (MEPCT/RJ), que planeja e conduz, sem aviso prévio, visitas a espaços de privação de liberdade para fiscalizar as condições de tratamento, prevenindo a tortura e outras formas de punição desumanas e degradantes.

  • Notas do DDH

    Informações atualizadas sobre nossa atuação

    Com o intuito de contribuir para a redução do encarceramento em massa, com foco no uso abusivo da prisão provisória e sua associação à política de drogas, o Instituto de Defensores de Direitos Humanos (DDH) lança o projeto "Na Linha de Frente: Ações Estratégicas para contenção do Encarceramento...
    O Instituto dos Defensores de Direitos Humanos manifesta sua indignação diante de recentes decisões da Justiça Eleitoral que atingiram pelo menos 17 universidades públicas em 9 estados do país. A livre manifestação do pensamento não pode ser confundida com propaganda político-eleitoral. ...
    O DDH, em conjunto com os parceiros Mariana Criola e SEPE-RJ, atua na defesa de 8 dos 23 ativistas condenados em razão de sua participação nos protestos das Jornadas de Junho de 2013. A notícia da condenação, em 17 de julho, foi recebida por nós com inconformismo e indignação, mas também com...
    More Posts
  • Liberdade Para Rafael Braga!

    O ex-catador de latas Rafael Braga Vieira foi preso injustamente em 20 de junho de 2013 — quando um milhão de pessoas tomou a região central da cidade do Rio de Janeiro, no maior da série de protestos das chamadas Jornadas de Junho —, sob a acusação de portar material explosivo, quando tudo o que levava eram dois frascos lacrados de produto de limpeza: um de água sanitária e outro de desinfetante Pinho Sol.

     

    O DDH assumiu a defesa de Rafael após sua condenação em primeira instância, em dezembro daquele ano, assistindo desde então o jovem que, negro e favelado, se tornou o maior símbolo da seletividade do sistema penal brasileiro na atualidade.

  • Apoie o nosso trabalho

    O DDH é uma associação civil sem fins lucrativos e depende de contribuições para financiar seu funcionamento. Apoie nosso trabalho doando qualquer valor.



    IDDH - Instituto de Defensores de Direitos Humanos

    Agência: 1517-2

    Conta: 29.999-5

    CNPJ: 09.389.670/0001-16

    Telefone: (21) 3923-5226

    Email: institutoddh@gmail.com

  • Siga nossas redes

    Facebook

    Instagram

    All Posts
    ×